"O que vale é a sua intenção de se comunicar bem e mostrar uma boa história que possa ser apreciada."

 Luís Otávio Oselieri Vargas ou apenas Luís Oselieri é um escritor de talentos peculiares. Escrevendo "Edryon", ele ousou publicar na rede uma notícia publicitária que garantiu milhares de acesso ao seu livro disponível no site Bookess (http://www.bookess.com/books/read/1639/.
Hoje saberemos um pouco mais sobre este mineiro de 32 anos.



Crazy Artística: Por que "Edryon"?
Luís Oselieri: Achei que seria um nome forte que representa bem o mundo de fantasia medieval, e o nome também do personagem principal do livro, um elfo cinzento caçador de dragões.





Crazy Artística: E como surgiu a ideia da historia?
Luís Oselieri: A ideia surgiu dentro de um universo que eu sempre gostei, que é o mundo de fantasia, mas acredito que foi surgindo aos poucos, porque sempre gostei de jogos de RPG (Role Playing Game), onde elfos, dragões e todos esses seres imaginários viviam aventuras fantásticas.




Crazy Artística: Quais suas inspirações? Tipo, autores que o inspiraram?
Luís Oselieri: Inspirações? Hmm, com certeza Tolkien. Não tem como fugir do mestre criador que inspirou milhares de escritores por todo o mundo. Outra coisa que me inspirou muito foram os livros de RPG, principalmente "Dungeons and Dragons".





Crazy Artística: Percebi em sua obra criaturas dignas de um RPG: grifo morto-vivo, fadas-esqueleto, elfos mutantes. De onde vem tanta inspiração na hora de criar tais seres?
Luís Oselieri: Acho que a inspiração vem como uma tentativa de misturar novas raças que ainda não vi nas histórias fantásticas, como fadas-esqueleto e elfos mutantes. E também achei interessante ter como personagem principal um elfo cinzento, para fugir um pouco do padrão de um elfo nobre, loiro de aparência suave. [risos]

 
 
Crazy Artística: Mas isso não é se arriscar demais?
Luís Oselieri: Sim, é justamente por isso que escrevo este livro, porque sinto que não iria fazer algo que fosse algo do mesmo. Já existem muitos livros de fantasia que exploram o mesmo tema, com cavaleiros corajosos, princesas, reis e tudo mais. Eu quis fazer a minha visão, um pouco mais moderna, desse mundo fantástico.
 
Crazy Artística: Entao você quer inovar?

Luís Oselieri: Quero mostrar que este mundo de elfos e outras criaturas precisa de algo novo, mas ao mesmo tempo interligado com o antigo, mostrando um lado menos tradicional, e mais centrado em situações interessantes da estória.


Crazy Artística: Mas, para promover o livro você recorreu a uma noticia publicitária sobre a existência de dragões. Como você explica o fato de as pessoas terem acreditado em tal notícia?
Luís Oselieri: Acho que significa que o mundo nunca vai se cansar de coisas fantásticas, em sua busca por algo mágico e fascinante, através de personagens carismáticos, lugares exóticos e diferentes, com desafios e vilões perigosos.


Crazy Artística: Na sua opniao, é mais importante a história ou os personagens?

Luís Oselieri: Acho que personagens interessantes conseguem prender mais a atenção do leitor do que a história em si, mas um bom livro precisa destes dois elementos; um está totalmente ligado ao outro.


Crazy Artística:  Sendo assim, o que você acha dos novos autores que estão surgindo pelo mundo, como Stephenie Meyer, autora da saga "Crepúsculo"?
Luís Oselieri: Não tenho nada contra os novos autores. Eles precisam sustentar um mercado que nem sempre é bem visto por leitores exigentes; mas para o público popular, é uma boa coisa, desperta o interesse de quem ainda não tem gosto pela leitura.


Crazy Artística: O que você acha dos autores que surgem em blogs, visto que você é um deles?
Luís Oselieri: Acho uma boa iniciativa, é sempre bom saber que estão surgindo novos autores. A Internet fez com que todas as classes de escritores pudessem mostrar seus trabalhos ao mundo. Os blogs abrem muitos caminhos para quem quer divulgar seus contos, poesias e livros.


Crazy Artística: Que mensagem você deixa para quem deseja ser um escritor de fantasia?
Luís Oselieri: Leia bastante todos os bons livros que estão disponíveis, e goste e viva este mundo, como se fizesse parte de sua vida! Seja honesto e objetivo com as palavras, não tente agradar a todos com palavras bonitas e perfeccionismo! O que vale é a sua intenção de se comunicar bem e mostrar uma boa história que possa ser apreciada.

2 comentários:

Diego Alves Vergilio disse...

cara curti a historia vo ler, parabens por essa entrevista, e parabens pela genial ideia de marketing rsrs

Alex Silva Dias disse...

Agradeço em nome de toda a equipe da Crazy!!
Em breve teremos mais novidades!

Postar um comentário